Texto para leitura 1

Conheça as mais belas equações da história da Matemática!!!

BD_WebB
BD_WebB

Beleza matemática(Revista Veja - Ciência - semana 24/11/2004)

Concurso inglês elege as mais
belas equações da história da Matemática


Thereza Venturoli

"As equações matemáticas são como as mulheres. Algumas são simples, outras, complicadas. Nenhuma é fácil. As mais difíceis acirram a curiosidade e prendem a atenção dos homens por muito tempo. As mais simples revelam mistérios até então insuspeitados. A maioria não pode ser completamente decifrada. Robert Crease, historiador e filósofo da Universidade Estadual de Nova York, em Stony Brook, acredita ter encontrado outra dimensão feminina nas equações: a beleza."

Leia todo o artigo:

http://www.unicamp.br/unicamp/canal_aberto/clipping/novembro2004/clipping041123_veja.html

Ex_Texto 1: Existiria uma máquina de pensar?

Aristóteles e o silogismo
Aristóteles e o silogismo

Tente pensar sobre isto:

 

Responda:

Podemos pensar as equações como um instrumento ou uma máquina de raciocínio idêntica a um silogismo? Considere o silogismo abaixo?

Todos os homens são mortais.

Sócrates é homem.

Logo, Sócrates é mortal.

Pesquise na Internet:

  1. Que é um silogismo?

  2. Que é uma equação?

  3. Correlacione os dois conceitos, redija um texto de até 20 linhas e envie para seu professor ou tutor respondendo a questão colocada.


Observe o mau uso dos silogismos:

 

O silogismo é uma forma de raciocínio dedutivo que consta de duas proposições como premissas e outra como conclusão, sendo a última uma inferência necessariamente dedutiva das outras duas. Foi formulado pela primeira vez por Aristóteles, em sua obra lógica recompilada como "O Organon".


Silogismo 1:

Beber álcool mata os neurônios.
...os neurônios que morrem são os mais débeis.
...se morrem os mais débis sobram os mais fortes e inteligentes.
Conclusão: quanto mais álcool bebo mais inteligente fico.


Silogismo 2:

Quando bebemos álcool em excesso ficamos bêbados.
...quando estamos bêbados dormimos..
...enquanto dormimos não cometemos pecados.
...se não cometemos pecados vamos para o céu.
Conclusão: para ir para o céu devemos estar bêbados.


Silogismo 3:

Hoje em dia os trabalhadores não têm tempo para nada.
No entanto sabemos que os vadios têm todo o tempo do mundo.
Tempo é dinheiro. Portanto os vadios têm mais dinheiro que os trabalhadores.
Conclusão: para ser rico não precisa trabalhar.


Silogismo 4:

Imagine uma fatia de queijo suíço todo cheio de buracos.
...quanto mais queijo mais buracos.
Cada buraco ocupa o lugar no qual deveria ter queijo
...portanto quanto mais buracos menos queijo.
...Quanto mais queijo, mais buracos e quanto mais buracos menos queijo.
Conclusão: quanto mais queijo menos queijo..

 

Leia mais:

http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=5144

 

Enderece suas respostas para o e-mail de professor ou tutor:

Texto para Leitura 2: Vamos ver se você é esperto!

A História da Matemática

Por volta dos séculos IX e VIII A.C., a matemática engatinhava na Babilônia.

Os babilônios e os egípcios já tinham uma álgebra e uma geometria, mas somente o que bastasse para as suas necessidades práticas, e não ainda uma ciência organizada.

Na Babilônia, a matemática era cultivada entre os escribas responsáveis pelos tesouros reais...

Leia todo o artigo:

http://educar.sc.usp.br/licenciatura/2003/hm/page01.htm

Como os egípcios calculavam:

http://highlightskidsplus.com/Science/TryThis/h3TT0496_ancientegyptMath.asp?subTitleID=121

 

Responda:

Considerando o artigo acima, cite áreas de saber em que a matemática é usada:

Pesquise na Internet:

  1. A Matemática é uma ciência e toda a ciência tem um objeto de estudo. A Biologia tem como objeto de estudo a vida, a Química tem como objeto de estudo as substâncias componentes da matéria, a Física tem como objeto de estudo os fenômenos do mundo, etc.

  2. Qual o objeto de estudos da Matemática?

 

Enderece para o e-mail do professor ou tutor:

Entrar em Gabarito  T1 e T2.


                Retornar à Área de Testes.

REV_250114